COMO DECORAR O FLAT CONFORME SEU GOSTO 

Sabemos que quando alugamos um flat ele já vem mobiliado e decorado, mas muitas das vezes não ficamos satisfeitos com a decoração do local, e para nos sentirmos em casa podemos decorar do nosso jeito. No blog de hoje iremos disponibilizar algumas dicas de decoração para o seu flat, mas é importante lembrar que o flat deverá ser entregue da mesma forma com que foi alugado, porém você pode sim trocar pinturas e tudo mais.

  • Quando nos mudamos para espaços menores, a dica é usar cores claras, de forma que amplie visualmente os espaços. Esta dica vale tanto para paredes quanto para os móveis do local, quadros e objeto decorativos.

  • Usar espelhos no ambiente para decoração também é uma ótima opção. O espelho pode ser utilizado em uma parede inteira, ou em pontos específicos como por exemplo atrás da mesa de jantar, ou na porta do guarda roupas.

  • Outra opção são os móveis multiuso como por exemplo os sofás que se transformam em cama, e também as camas que contém compartimentos sob o colchão entre outras mobílias que ajudam a aproveitar mais o espaço.

  • Apostar em iluminação ajuda muito a expandir o ambiente, se tiver janelas pelo flat, use e abuse da luz natural que elas proporcionam para o ambiente. Se não houver muitas janelas, aposte em um projeto de iluminação artificial, de preferência com luzes brancas, que iluminam muito mais que as amarelas, e deixam o ambiente com uma sensação de aconchegante e confortável.

  • Por fim, é importante escolher muito bem todos os objetivos que irão compor a decoração do ambiente, pois o ideal para flats é reduzir o número de peças decorativas.

Espero que nossas dicas tenham ajudado você a planejar um novo visual para seu flat.

CUSTO BENEFÍCIO 

Se formos comparar  um apartamento padrão vazio, com o valor do apartamento mobiliado, com certeza é mais caro, pois o uso da mobília é incluso no preço do aluguel cobrado pelo proprietário do imóvel. Além do mais, há cobrança do condomínio no qual geralmente constam as despesas com os funcionários do prédio e com a manutenção dos espaços comuns e áreas de lazer.

Já o Flat, é cobrado o valor do pacote que inclui a hospedagem, taxa de condomínio e IPTU, com a diferença de que, na maioria deles, a taxa de condomínio já inclui o uso de uma série de serviços, como a organização e limpeza da unidade, recepção social 24 horas, internet, TV a cabo, manutenção, segurança e estacionamento com manobrista, sendo que muitos flats também contam com área de lazer e academia.

Além disso, os flats possuem restaurantes e room service, que são cobrados à parte, conforme o uso ou a solicitação do cliente.

Por fim, uma outra vantagem que deve ser destacada é a localização desses edifícios, que geralmente ficam em pontos estratégicos da cidade, onde o público tem fácil acesso às principais avenidas, grandes centros comerciais, aeroportos, etc.

Vantagens e desvantagens de alugar um flat
 

Campinas é um centro comercial que atrai muitas pessoas todos os dias que, devido a exigências pessoas e até profissionais, precisam cada vez mais de mobilidade, praticidade, conforto e segurança. Ao se mudarem para cidades assim, ficam em dúvida sobre qual tipo de imóvel alugar: um simples flat ou um apartamento mobiliado? 

Com o aluguel do apartamento, você tem como vantagem um local totalmente disponível para seu descanso, trabalho ou lazer e além disso, no aluguel do apartamento está incluso o uso da mobília.  Já as desvantagens são o valor do condomínio, o uso de áreas comuns e também pode estar incluso IPTU, imposto predial e territorial urbano.

Com o aluguel de flats, você desfruta de uma praticidade incrível e uma infra-estrutura completa, que proporciona bem estar e conforto, pois nele está incluso o uso dos serviços hoteleiros, sem as formalidades de um hotel. A locação também pode ser feita entre os responsáveis do flat, e algumas unidades são padronizadas, o que facilita a vistoria do local. Uma das vantagens também é a localização, pois se encontram em pontos estratégicos da cidade, próximo a universidades, centros comerciais, avenidas, shopping centers e até mesmo aeroportos. 

 No aluguel do flat já está incluso serviços de arrumação e limpeza, recepção 24 horas, tv a cabo, segurança, estacionamento, e em algumas unidades você pode encontrar área de lazer e fitness, além de ter wifi grátis. A única desvantagem é a cobrança a parte de restaurantes e room service e ter vizinhos diferentes quase toda semana, pois o flat pode ser locado por dias, semanas e meses.

 

Você sabe qual a diferença de Flat e Apartamento?

Ainda é muito recorrente encontrarmos pessoas com dúvidas sobre a diferenciação d um Flat para um apartamento, o que é muito normal. O Flat, que também pode ser chamado de Apart-Hotel é um pouco maior que um quarto de hotel e dispõe de refeições, limpeza diária, lavanderia e outros. Geralmente os flats também contam com uma estrutura pequena de cozinha, que traz um certo conforto e faz com que os hóspedes se sintam em casa e todos esses serviços são cobrados juntamente a taxa de condomínio.

O apartamento padrão conta com uma planta mais espaçosa, com dormitórios, sala de estar, cozinha, sala de jantar, banheiros e outros. É comum alguns apartamentos não oferecerem serviço hoteleiro. Dependendo do imóvel de sua localização, haverá apenas área de lazer, mas sem ter acesso ao serviço de hotel incluso em sua taxa de condomínio.

O Flat é ideal para pessoas que moram sozinhas, ou executivos que estão de passagem pela cidade e irão ficar apenas por alguns dias. O Flat é uma opção bacana por dispor de serviços cômodos, e você ainda paga apenas pelos serviços que utilizar.

7 dicas para facilitar sua viagem a trabalho

 

Sabemos que viajar a trabalho pode ser um pouco complicado para os iniciantes, pois exige além de prática, muita organização.

Mas para isso fluir melhor, vamos mostrar alguns truques primordiais para tornar toda sua viagem mais tranquila.

Independente se a viagem é nacional ou internacional, é importante parar e calcular todo o tempo necessário da a saída da sua casa até a chegada no aeroporto, rodoviária, ou qualquer outro local de destino. É fundamental calcular o tempo que esse percurso leva, não esqueça de considerar o trânsito, se estiver de carro, o tempo que vai demorar para estacionar, etc. É importante separar esse momento, e se programar com calma, pois se nos confundirmos aqui, a viagem pode começar com o pé esquerdo.

 

1. Menos é mais

Quando for organizar a bagagem, é preciso estar atento ao que levar. Você está ciente de quantos dias pretende ficar, quais eventos e trabalhos irá praticar e o que irá precisar.

Selecione peça de vestuário que sejam “chaves”, que há possibilidade de diversas combinações, e lembre-se: apenas o que for necessário. 

 

2. O peso da mala

Não se esqueça do peso, se a viagem for de avião, precisará respeitar e esse ponto. Evite estar no limite, pois quanto mais pesada a mala, maiores as chances de você pagar taxas extras nos aeroportos e terminar tendo dificuldade de deslocamento.

 

3. Evite paradas

Estamos cientes de que existem alguns destinos que, para alcançá-los não é possível se não com conexões. Porém, quando for viável, evite voos com escala, prefira os que vão direto, assim evitará situações de estresse e atraso em aeroportos, o que acaba deixando a viagem desagradável, tirando sua a paz.

 

4. Use bem a tecnologia

Hoje a tecnologia está a favor do viajante. E uma das grandes vantagens é a possibilidade de fazer o check-in online. Uma ótima opção para economizar tempo e evitar algumas filas. Nosso flat em Campinas possibilita que você faça sua reserva com desconto em nosso site e ainda ganhe um café-da-manhã como cortesia.

 

5. Atente-se as instruções da bagagem de mão

Muita gente ainda não está ciente do quanto essa comodidade servida pela companhia aérea é importante. A bagagem de mão tem o poder de funcionar como salva-vidas, é útil para guardarmos o básico do dia, assim se sua mala for despachada é sempre bom ter na mala de mão uma troca de roupas, documentos, notebook, carregadores, entre outros itens que são indispensáveis.

 

6. Não esqueça a localização

Em uma viagem de negócios, chegar atrasado na reunião, por exemplo, não é um bom começo. Para evitar essas situações desconfortáveis, fique atento a distancia do hotel até o local marcado do compromisso, não se esqueça do trânsito. É importante escolher bem o hotel em que vai ficar, para além de prevenir imprevistos com horários, garanta uma ótima qualidade, para você ter uma boa noite de sono.

 

7. Planeje sua reunião

O que você precisa para sua reunião ser perfeita? Projetor? Tomadas? Internet? Verifique se o local combinado tem a estrutura que você deseja, pergunte tudo o que você pensar que poderá ser necessário, assim irá se prevenir de passar por momentos estressantes e constrangedores antes da reunião.

 

 

 

 

O que levar não se deve esquecer para uma viagem de negócios

 

Quais são aqueles itens essenciais, que não podem faltar de maneira alguma, na bagagem de um profissional em uma viagem a negócios? Essa é uma questão que surge para muitos colaboradores que estão se preparando para embarcar em uma reunião fora do ambiente tradicional de trabalho.

Para evitar situações desagradáveis, é preciso se preparar e prestar atenção em todos os detalhes na hora de preparar a mala, para não esquecer algo. Preparamos uma lista com 9 itens importantíssimos, que qualquer profissional deve levar em uma viagem a negócios.

 

01.Entenda a política da viagem

É importante levar as informações do hotel reservado para a estadia, sempre bom avaliar se o custo-benefício em Long Stay vale a pena. Se tiver dados de pessoas que podem ser contatadas no local de destino, levar também, esse é um item que se necessário utilizar, otimiza e muito tempo.

É primordial saber as políticas de viagens da sua empresa. Uma boa dica é levar uma cópia da política contigo, desse modo, qualquer dúvida que surgir ficará mais fácil a consulta.

 

2. Cartões de crédito

Se o destino for internacional, essa parte será realmente importante. É necessário correr atrás da liberação do cartão. Assim conseguirá utilizá-lo e garantirá mais conforto em toda a viagem.

 

3. Use a tecnologia ao seu favor

Muitas pessoas trabalham usando o computador com internet todos os dias. E em uma viagem a negócios, esse companheiro não pode ficar de fora.

Portanto, vale a pena separar um espaço para o notebook na mala de mão, carregador, mouse, e qualquer outra tecnologia que costuma usar para trabalhar no dia-a-dia.

 

4. Documentos

Não esqueça os documentos! Não importa se o encontro seja fora do país ou se a será em alguma sala para reunião na região de Campinas mesmo. Sempre bom levar contigo alguma identidade, seja essa, passaporte, RG, CNH, ou qualquer outra que o lugar exija.

E lembre-se, mesmo que o seu destino não seja os Estados Unidos, e você só passará por lá para fazer uma escala, precisará de visto. Qualquer pouso em solo norte-americano exige um visto. Entretanto, não é em todos os países que essa lei se aplica, por isso é sempre bom verificar os documentos que irá precisar.

Já para viagens nacionais, o passaporte não é exigido. Poderá viajar apenas com o documento de identificação com foto, que será o suficiente.

 

5. Materiais da empresa

Não necessário levar quaisquer documentos comprobatórios da reunião. Não adianta chegar no destino, sem os papeis de contratação, ou apresentação, ou modelo do produto, ou qualquer outro material necessário para concluir com sucesso a reunião. Simplesmente, é preciso ser responsável ao viajar representando uma empresa, pois o sucesso do negócio passa a depender do desempenho do funcionário.

 

6. Vestuário

Antes de começar a separar as roupas para a viagem, é interessante que o funcionário verifique quais serão seus compromissos, quantas reuniões irá participar, se pretende realizar alguma atividade física e a previsão do tempo. Desse modo, irá conseguir visualizar melhor quais os itens essenciais para as futuras situações, de modo que não extrapole na quantidade desses itens.

 

7. Cartões de visita 

Por mais que hoje exista opções mais tecnológicas para se passar um contato, um cartão de visita ainda funciona muito bem. Além de mostrar profissionalismo, é uma ótima maneira de se apresentar e ser lembrado por outros.

 

8. Adaptadores de tomada

Mesmo que a viagem seja dentro do Brasil, é muito importante levar adaptadores de tomada. Até porque, o país passou recentemente por uma mudança nos padrões da tomada, de 2 pinos para 3, logo para se prevenir de situações que podem causar estresse, leve seu adaptador para o hotel, para a sala de reunião, e para todos os lugares que achar que poderá ser útil.

Pronto! Agora você consegue concluir um checklist com tudo o que pode precisar, assim não terá nenhum incomodo na viagem. Ajude seus amigos ou colaboradores compartilhando as dicas em suas redes sociais, assim eles poderão aproveitar do checklist também.